All for Joomla All for Webmasters
Destaques

Kris Meeke de regresso aos triunfos em Espanha

Kris Meeke acabou de selar o triunfo no Rali de Espanha com o segundo tempo na Power Stage que encerrou a antepenúltima prova do Mundial de Ralis (WRC). Sébastien Ogier terminou em segundo e obteve pontos adicionais na Power Stage, dando assim um passo importante para o seu quinto título.

Para este regresso aos triunfos, o britânico da Citroën assumiu a dianteira em definitivo na primeira classificativa de sábado. A partir daí foi aumentando gradualmente a vantagem ao longo do penúltimo dia da prova, tirando também partido dos contratempos dos Hyundai de Andreas Mikkelsen e Dani Sordo para ficar ainda mais tranquilo, com a dupla da M-Sport (Sébastien Ogier e Ott Tänak) como principais adversários.

Apesar de ter uma margem relativamente tranquila à entrada do último dia, Meeke não deu quaisquer hipóteses e ganhou as cinco primeiras especiais de domingo para estender a sua liderança para quase meio minuto. Só foi derrotado na Power Stage, na qual Dani Sordo bateu o britânico por 3,5s para ficar com os cinco pontos da vitória nessa classificativa.

Ogier foi terceiro e selou a vice-liderança final na frente de Tänak, que foi o quarto da PEC 19 cujo top cinco foi fechado por Juho Hänninen. O finlandês foi o melhor da Toyota em quarto da geral, naquele que é mais um resultado positivo para o piloto numa época que nem sempre tem sido fácil. Mads Østberg encerrou os cinco primeiros do rali.

Na primeira reacção ao triunfo, Meeke não escondeu toda a sua satisfação com o regresso à boa forma: “Foi um fim-de-semana excepcional. Não tem a ver com quantas vezes cais, tem mais a ver com quantas vezes te levantas. E eu fiz isso algumas vezes na minha carreira, deixem-me dizer. Sempre soubemos que o carro era bastante bom em asfalto. O resultado demonstra-o. Dá um incremento de confiança a toda a equipa”.

Com o abandono de Thierry Neuville (Hyundai) no início de domingo, Ogier conseguiu aproximar-se do título ao ser o segundo do rali e terceiro na Power Stage. Quando essa classificativa terminou, o gaulês referiu: “Fizemos um óptimo trabalho este fim-de-semana, embora nem sempre tenha sido fácil. Após uma sexta-feira fantástica tive mais dificuldades na manhã de sábado com o asfalto e depois encontrei um bom ritmo. Somámos bons pontos e também um bónus na Power Stage”.

No WRC 2, depois de ter uma margem superior a um minuto durante sábado, Teemu Suninen entrou em ‘modo gestão’ para ganhar com mais de meio minuto de vantagem face a Jan Kopecký (Skoda), que ganhou todas as classificativas de domingo. O finlandês do Ford foi o oitavo da geral total. Benito Guerra Jr. fechou o pódio da categoria.

Top dez da Power Stage (esquerda) e da geral (direita):

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com