14.3 C
Lisbon
18 Outubro 2018
Destaques WRC

Ogier de regresso aos triunfos no WRC em Gales

Sébastien Ogier está de regresso às vitórias no Mundial de Ralis (WRC). O piloto da M-Sport selou o triunfo com o tempo mais rápido da PEC 23, última da prova. Os Toyota de Jari-Matti Latvala e Esapekka Lappi acompanham-no no pódio.

No derradeiro troço (Great Orme Llandudno 2), Ogier bateu Thierry Neuville (Hyundai) por 3,5s e viu o seu principal opositor, Latvala, quedar-se pelo sétimo registo. Contas feitas, o francês terminou 10,6s acima de Latvala. Lappi assegurou facilmente o terceiro posto final apesar da nona marca da especial. Seguiu-se Craig Breen no melhor Citroën. Neuville encerrou o top cinco. No WRC 2, Kalle Rovanperä sagrou-se vencedor após o terceiro tempo na derradeira especial com 1m34,2s de vantagem face ao colega da Skoda Pontus Tidemand. O sueco foi o segundo da PEC 23 a sete décimas de Jari Huttunen.

O rali em breve sumário
Depois de Lappi ganhar a super-especial de abertura, Tänak assumiu a liderança logo no começo de sexta-feira. Da parte da manhã ainda teve Elfyn Evans (M-Sport Ford) por perto, mas com o atraso deste ao início da tarde do mesmo dia deixou-o mais confortável. O estónio ficou ainda em melhor posição quando Neuville errou na primeira especial de sábado, passando a ser Ogier o seu principal perseguidor.

Quando já se adivinhava uma nova vitória de Tänak, o piloto foi forçado a abandonar com problemas no Toyota na PEC 16 e já só conseguiu voltar à prova para fazer o segundo lugar da Power Stage somando quatro pontos. A partir do seu abandono, o rali ficou em aberto, sobretudo entre Ogier e Latvala. O finlandês ainda chegou a estar na liderança após a Power Stage, mas na penúltima especial o francês arrebatou o comando em definitivo para voltar aos triunfos.

Latvala ficou assim em segundo na frente de Lappi, que fez uma prova regular para chegar ao pódio final. Breen foi quarto e Neuville minimizou os danos com o quinto lugar final. No WRC 2, a prova foi integralmente dominada por Rovanperä, que ganhou boa parte das especiais na categoria e bateu o colega Tidemand por uma margem muito confortável. Greensmith estabeleceu-se desde cedo no terceiro lugar em que ficou, tendo chegado a ameaçar Tidemand até se atrasar na PEC 12.

Top dez final:

Créditos da imagem de capa: Jaanus Ree/Red Bull Content Pool

Related posts

Tiago Monteiro no hospital após forte acidente num teste em Barcelona

Bernardo Matias

VÍDEO: O momento em que Neuville comprometeu a luta pelo WRC

Bernardo Matias

VÍDEO: O melhor de sábado do Rali de Portugal

Bernardo Matias

Leave a Comment

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com