14.3 C
Lisbon
18 Outubro 2018
Formula 1

McLaren admite usar configuração aerodinâmica mais agressiva na Rússia

A McLaren poderá estar no GP da Rússia de Fórmula 1 com uma configuração aerodinâmica mais agressiva do seu MCL33. O monolugar britânico tem mais arrasto do que os adversários, o que ao longo de 2018 tem criado dificuldades à equipa em termos de velocidade de ponta.

Já nos treinos do GP de Itália a McLaren experimentou uma configuração aerodinâmica mais agressiva por forma a reduzir o arrasto e terá ficado agradada. Em declarações ao Motorsport.com, o director desportivo Gil de Ferran comentou:

– É óbvio que não vou entrar em detalhes. Tentamos sempre fazer o melhor que podemos e progredir. Estamos a tentar trazer alguns desenvolvimentos aerodinâmicos a cada corrida, mas não é a única coisa: estamos a explorar diferentes espaços. Em Monza decidimos adoptar uma direcção completamente diferente e funcionou bem para aquele tipo de pista, e talvez exploremos uma direcção semelhante outra vez na Rússia”.

O responsável brasileiro fez ainda questão de salientar que apesar do foco em 2019 o empenho na presente temporada mantém-se em curso: “O trabalho não parou. Estamos muito focados no monolugar do próximo ano mas chegamos a todas as rondas a tentar fazer um bocado melhor, lutar por pontos e melhorar a nossa posição no campeonato”.

Créditos da imagem: Steven Tee/McLaren

Related posts

HISTÓRIA: O GP da Bélgica de 1968

Paulo Teixeira

F. Alonso: “Foi uma forma desapontante de terminar os testes”

Bernardo Matias

Alonso: “Algumas das próximas corridas não nos serão tão favoráveis como Singapura”

Bernardo Matias

Leave a Comment

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com