11.6 C
Lisbon
18 Fevereiro 2019
Formula 1

Magnussen: “Renault tinha decidido desde início que eu não era o piloto certo para eles”

Depois de cessar a colaboração com a McLaren, Kevin Magnussen rumou à Renault em 2016. No final desse ano acabou por se juntar à ainda recém-chegada Haas, na qual se mantém até hoje e, ao que tudo indica, deverá continuar em 2019.

Na opinião do dinamarquês, a contratação por parte da Renault deveu-se à falta de opções, pelo que não se sentiu desejado considerando que desde o começo o seu futuro estava ‘traçado’: “Provavelmente eles não me escolheram pelos motivos certos. Não tive o apoio de que precisava. Ainda assim julgo que fiz um bom trabalho, mas eles já tinham decidido desde início que eu não era o piloto certo para eles. Felizmente a Haas viu o potencial e deu-me uma hipótese, ofereceram-me um contrato em que consegui ver estabilidade”.

Nesta altura, a continuidade de Magnussen na Haas está, aparentemente, segura, embora ainda não exista um vínculo válido para 2019. Sobre o assunto, o piloto não se abriu demasiado: “Não penso que exista alguma pressa e não penso que demore muito. Não é algo com que esteja nervoso”.

Related posts

Ocon procurou conselhos de Wolff devido aos desentendimentos com Pérez

Bernardo Matias

Saiba quem Hamilton espera ser o seu principal adversário em 2019

Bernardo Matias

Gasly: “Os únicos para quem olho são os que tiveram sucesso”

Bernardo Matias

Leave a Comment

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com