Formula 1 História

HISTÓRIA: O GP do Canadá de 1983

A Formula 1 prosseguia, na temporada de 1983, na sua passagem pela América do Norte, ao visitar o Circuito Gilles Villeneuve, no Canadá. Com oito provas disputadas, os adeptos estavam a assisitir a um verdadeiro equilibrio entre os vencedores. Só até agora, tinham visto seis vencedores diferentes em sete corridas. o unico que tinha bisado era Alain Prost, no seu Renault, com vitórias em Paul Ricard e em Spa-Francochamps, circuitos rápidos por excelência.

Em Montreal, a RAM estava de volta, com um carro para Jacques Villeneuve, o irmão de Gilles (não o filho de Gilles). Não era a sua primeira experiência de Formula 1, pois tinha tido anteriormente, a bordo da Arrows, nas duas últimas provas de 1981. Mas tal como acontecera nessa altura, Jacques Villeneuve não tinha obtido a qualificação. A acompanhá-lo ficou o italiano Piercarlo Ghinzani, no seu Osella.

Enquanto isso, na frente, o Ferrari de René Arnoux fazia a “pole-position”, tendo a seu lado o Renault de Alain Prost. Na segunda fila estava o Brabham-BMW de Nelson Piquet e o outro Ferrari de Patrick Tambay, e na terceira fila ficavam o outro Brabham-BMW de Riccardo Patrese e o Renault de Eddie Cheever. Manfred Winkelhock era um surpeendente sétimo no seu ATS-BMW, na frente de Andrea de Cesaris, no seu Alfa Romeo. Keke Rosberg era o melhor dos aspirados, sendo nono e a fechar o “top ten” estava Bruno Giacomelli, no seu Toleman-Hart.

Na partida, Arnoux levou a melhor sobre Patrese, Prost, Piquet e Tambay. à medida que as voltas passavam, o francês do Ferrari numero 28 abria cada vez mais a sua distância em relação à concorrência, que tinha os seus problemas: o motor de Piquet explode, Prost atrasa-se com um furo e Patrese desiste com problemas na caixa de velocidades na volta 56, quando caminhava para um sólido segundo posto.

No final, Arnoux foi o vencedor, seguido por Cheever e Tambay, no segundo Ferrari, enquanto nos restantes lugares pontuáveis ficaram o Williams de Rosberg, o Renault de Prost e o McLaren de John Watson.

Related posts

Pilotos da Toro Rosso optimistas com evolução da Honda para o Canadá

Bernardo Matias

Hamilton admite que Mercedes é “segunda ou terceira equipa mais rápida”

Bernardo Matias

Massa: “Alonso dividiu a meio muitas equipas em que competiu”

Bernardo Matias

Leave a Comment

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Login

X

Register