12 C
Lisbon
22 Fevereiro 2019
Formula 1

Hamilton na pole position do GP do Brasil por 0,093s

Lewis Hamilton está de regresso às pole positions, ao ter superado Sebastian Vettel (Ferrari) por uma margem muito escassa na qualificação para o GP do Brasil de Fórmula 1. O britânico da Mercedes fez a volta recorde a Interlagos ao rodar em 1m07,281s na sua última tentativa da Q3.

O resumo da qualificação
A Q1 começou com a ameaça de chuva a pairar – as nuvens nos arredores de Interlagos eram muito escuras. Os pilotos apressaram-se por isso a entrar em pista, com Max Verstappen a assumir o topo da tabela de tempos quando a generalidade dos pilotos já tinha tempos registados.

Quando todos já tinham voltas cronometradas efectuadas. a zona de eliminação era ocupada por Sergio Pérez (Racing Point Force India), Brendon Hartley (Toro Rosso), Stoffel Vandoorne (McLaren) e pelos Williams de Sergey Sirotkin e Lance Stroll.

Mas a chuva tardou em chegar, pelo que existiram diversas modificações até ao fim. Só Stroll e Vandoorne nunca conseguiram colocar-se fora do ‘bottom 5’. No final, Carlos Sainz (Renault), Hartley, Fernando Alonso (McLaren), Stroll e Vandoorne acabaram eliminados, com os últimos esforços já comprometidos pela água.

Na Q2, com a chuva novamente a ameaçar, Valtteri Bottas (Mercedes) e Hamilton alcançaram as duas primeiras posições numa fase inicial, com ambos a entrarem no 1m07s. A Ferrari arriscou nos pneus macios e colocou Vettel em segundo a 0,049s de Bottas.

Mais atrás, Ocon, Nico Hülkenberg (Renault), Sirotkin e os Haas de Kevin Magnussen e Romain Grosjean que acabaram por entrar no top dez. A meio da Q2, a chuva intensificou-se e parecia que a questão de quem ia à derradeira fase da qualificação estava resolvida, mas não era o caso.

Nos últimos minutos, Charles Leclerc (Sauber) deixou a zona de eliminação ao chegar a oitavo, vendo recompensada a sua persistência. Assim, acabaram eliminados Magnussen, Sergio Pérez e Ocon da Racing Point Force India, Hülkenberg e Sirotkin.

A derradeira fase da qualificação começou com a pista em condições que permitiram o uso de pneus slick. Após o primeiro ‘assalto’ à pole position, Hamilton estava 0,073s na frente de Vettel, com Bottas e Kimi Räikkönen (Ferrari) a pouco mais de uma décima logo atrás.

Nas derradeiras voltas, Hamilton foi o mais forte rodando em 1m07,281s. O já campeão foi o único que melhorou batendo Vettel por 0,093s. Bottas acabou em terceiro a 0,160s, dividindo a segunda linha da grelha com o compatriota Räikkönen.

Seguiram-se os Red Bull com Verstappen em quinto e Daniel Ricciardo em sexto (ele que vai perder cinco lugares na grelha devido a penalização). A encerrar o top dez ficaram os Sauber de Marcus Ericsson e Leclerc em sétimo e oitavo, Grosjean em nono e Pierre Gasly (Toro Rosso) em décimo.ç

Resultados:

Créditos da imagem de capa: Steve Etherington

Related posts

Nicholas Latifi piloto de testes e de reserva da Force India

Bernardo Matias

F1 quer problemas de segurança resolvidos para o GP do Brasil

Bernardo Matias

HISTÓRIA: O GP da Malásia de 2003

Redacção

Leave a Comment

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com