16 C
Lisbon
18 Dezembro 2018
Destaques Formula 1 Resultados

Hamilton fecha 2018 com o triunfo em Abu Dhabi

Lewis Hamilton foi o vencedor do GP de Abu Dhabi de Fórmula 1, última corrida da temporada. O piloto da Mercedes controlou bem a prova apesar de uma troca de pneus feita muito cedo, acabando na frente de Sebastian Vettel (Ferrari) e Max Verstappen (Red Bull). Kimi Räikkönen abandonou a sua última corrida na Ferrari mas acabou no terceiro lugar do Mundial de pilotos.

A corrida em resumo
No arranque, os quatro primeiros lugares permaneceram inalterados, com Hamilton a capitalizar a pole position para se manter à frente de Bottas, Vettel e Kimi Räikkönen (Ferrari). Mais atrás, Verstappen afundou-se na classificação após um mau arranque, enquanto Nico Hülkenberg protagonizou um aparatoso acidente que motivou a intervenção do safety car. O piloto da Renault saiu ileso.

O reatar foi na quinta volta e Hamilton manteve-se tranquilo na frente de Bottas, com Vettel em terceiro. A grande surpresa era o quinto lugar de Charles Leclerc (Sauber), que no fim da sexta volta se transformou em sexto devido ao abandono de Räikkönen com problemas no Ferrari. Houve uma intervenção do safety car virtual aproveitada por Hamilton para trocar de pneus no início da volta oito (montou supermacios).

O safety car virtual terminou na volta nove e subsequentemente Vettel começou a aproximar-se de Bottas. Com as paragens de Hamilton e também de Leclerc, Daniel Ricciardo (Red Bull) chegou a terceiro com o colega Verstappen a passar a ser quinto. Hamilton caiu para sexto. A classificação nos lugares cimeiros manteve-se estável e sem grandes lutas até ao início das trocas de pneus.

Vettel inaugurou as paragens nesta fase, ao trocar para pneus supermacios na volta 16. Nas duas voltas subsequentes foram Bottas e Verstappen a seguirem o exemplo, o que deixou Ricciardo no topo da classificação à frente de Hamilton (que já tinha trocado de pneus). Vettel desceu para quinto mas não demorou muito a subir a quarto atrás de Bottas.

Com Ricciardo a atrasar a sua paragem e a chuva a ameaçar perturbar a corrida, a ordem da classificação manteve-se inalterada no topo, não havendo também grandes lutas. Na volta 34 Ricciardo cumpriu a troca de pneus e desceu a quinto. Hamilton voltou assim ao topo da corrida, ficando tranquilamente na frente de Bottas e Vettel. Verstappen era por esta altura o quarto.

Na volta 35, Vettel chegou ao segundo posto, aproveitando o facto de ter uma velocidade melhor do que Bottas e um erro do finlandês. Em dificuldades, Bottas ficou também à mercê de Verstappen, pelo que o pódio estava em risco nesta fase em que faltavam menos de 20 voltas para o término da prova. O holandês acabou por consumar a ultrapassagem para chegar a terceiro, enquanto pouco depois Ricciardo também superou Bottas para chegar a quarto.

A liderança continuava nas mãos de Hamilton, que tinha uma margem muito tranquila face a Vettel – que estava ao ataque sabendo que o britânico poderia ter de trocar de pneus outra vez dado que a sua primeira troca foi ainda na primeira dezena de voltas. Na volta 41, Bottas fez uma segunda paragem nas boxes devido aos problemas que estava a sentir. Regressou à pista em quinto na frente de Carlos Sainz (Renault).

Até ao fim, Hamilton não cedeu perante Vettel e acabou por selar o triunfo nesta última prova do ano. Vettel, por seu turno, conservou o segundo posto à frente de Verstappen, que assim falhou por uma posição o terceiro lugar final no Mundial de pilotos. O top cinco foi encerrado por Ricciardo e Bottas.

O ‘melhor dos outros’ foi Sainz em sexto, ele que fez uma boa corrida de recuperação para terminar na frente de Leclerc. Sergio Pérez (Racing Point Force India) foi oitavo. A Haas fechou os lugares pontuáveis com Romain Grosjean em nono e Kevin Magnussen em décimo – isto na sequência dos abandonos tardios dos gauleses Esteban Ocon (Racing Point Force India) e Pierre Gasly (Toro Rosso) com problemas nos monolugares. Fernando Alonso (McLaren) fez um 11.º posto na sua última corrida na F1.

Resultados:

Créditos da imagem de capa: Wolfgang Wilhelm

Related posts

VÍDEO: Bottas na luta pelo título de F1

Bernardo Matias

HISTÓRIA: O GP do Japão de 1987

Redacção

Zak Brown: “Alonso campeão este ano? É possível, ainda não posso dizer nada…”

Bernardo Matias

Leave a Comment

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com