16 C
Lisbon
18 Dezembro 2018
Destaques Formula 1

Halo salvou mesmo Leclerc de ‘males maiores’ no GP da Bélgica

O halo salvou mesmo Charles Leclerc no acidente após o arranque do GP da Bélgica de Fórmula 1. Nesse, o piloto viu o McLaren de Fernando Alonso passar por cima do seu Sauber, deixando um raspão bem visível do dispositivo de protecção de cockpit.

De acordo com o Motorsport.com, a investigação oficial da FIA ao caso concluiu, após uma extensa análise, que a viseira de Leclerc teria sido atingida por parte da asa frontal do McLaren sem o halo, o que teria lesionado o monegasco ou resultado em consequências ainda mais sérias. O dispositivo ficou intacto e utilizável depois de ter sofrido um impacto de uma roda do McLaren, tendo sido removido sem dificuldade.

A trajectória da roda dianteira em causa faz crer que não teria batido na cabeça de Leclerc, mas as imagens da câmara de alta velocidade da FIA mostram que o piloto foi atingido por pequenos detritos de fibra de carbono e, sem o halo, as consequências teriam sido mais sérias.

Adam Baker, director de segurança da FIA, explicou ao mesmo site: “Com os dados e filmagens disponíveis, estamos muito confiantes que a roda não teria atingido o capacete do Leclerc. Mas, como o monolugar do Alonso continuou a deslocar-se relativamente ao do Leclerc, acreditamos que a extremidade da asa dianteira teria contactado com a viseira do Leclerc. É difícil prever a gravidade do contacto com precisão”.

O relatório da FIA confirma o impacto da roda dianteira direita do monolugar de Alonso na parte de cima direita do halo do Sauber de Leclerc num ângulo de impacto estimado de 90 graus e com uma força estimada de 58kN (o halo e os pontos de fixação ao chassis devem suportar 125kN) – força esta que, sendo aplicada directamente no piloto, poderia ter resultado em lesões graves na cabeça ou pescoço.

Related posts

Renault poderá apresentar F1 de 2018 a 20 de Fevereiro

Bernardo Matias

Verstappen considera que GP de F1 é importante para a Alemanha

Bernardo Matias

Ricciardo: “Os pneus estão muito próximos”

Bernardo Matias

Leave a Comment

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com