All for Joomla All for Webmasters
Formula 1

Vitória incontestada de Hamilton no GP de Espanha

Imagem: Wolfgang Wilhelm

Lewis Hamilton ganhou pela segunda vez consecutiva, desta vez no GP de Espanha de Fórmula 1, para reforçar a sua liderança no campeonato. O britânico liderou uma ‘dobradinha’ da Mercedes na frente de Valtteri Bottas, enquanto Max Verstappen (Red Bull) foi terceiro e regressou assim aos pódios. Sebastian Vettel foi quarto no único Ferrari que viu a bandeira de xadrez.

No arranque, Hamilton conservou o comando, enquanto Vettel surpreendeu Bottas para ascender ao segundo posto na primeira curva. Räikkönen manteve-se em quarto. Mais atrás, Romain Grosjean (Haas) entrou em pião após uma ida à escapatória e Nico Hülkenberg (Renault) não conseguiu evitar a colisão com o gaulês. Pierre Gasly, da Toro Rosso, também foi apanhado e ficou fora de prova como os dois adversários. A situação levou o safety car a intervir.

A prova foi relançada na sétima volta, com Hamilton a manter-se na frente de Vettel, que por sua vez susteve Bottas atrás de si. Nas voltas subsequentes, o britânico alargou a sua vantagem sem grandes dificuldades, numa corrida que se desenrolava de forma algo monótona. A grande surpresa era Charles Leclerc (Sauber), a rodar no nono lugar.

Na volta 18, Vettel parou nas boxes para trocar de pneus macios para médios numa altura em que perdia cada vez mais terreno para o líder Hamilton. O germânico regressou à pista em sétimo. Duas voltas depois, Bottas fez uma operação semelhante e quando voltou à pista estava pouco atrás do rival da Ferrari.

Com Hamilton sempre tranquilo na liderança, a corrida mantinha-se com poucas movimentações em pista. Räikkönen sofreu problemas no seu Ferrari na volta 25 acabando por abandonar, sendo que na mesma altura Hamilton trocou de pneus macios para médios regressando à pista em segundo atrás do líder provisório Verstappen, que ainda não tinha parado.

O outro homem da Red Bull, Daniel Ricciardo, parou para trocar de pneus na volta 34, caindo para quinto, enquanto o holandês fez o mesmo na volta seguinte perdendo o comando provisório. No regresso à pista, Ricciardo caiu para quinto e Verstappen para quarto, o que devolveu Hamilton, Vettel e Bottas ao top três. O britânico dispunha de mais de dez segundos de margem face a Vettel. Após as paragens nas boxes, o top dez estava assim ordenado:

Esteban Ocon ficou com o seu Force India parado após a curva quatro na volta 42, o que motivou um curto período de safety car virtual (VSC) durante o qual Vettel aproveitou para montar pneus macios no seu Ferrari caindo para quarto atrás de Bottas e Verstappen. Na frente, apesar deste momento de VSC, Hamilton continuava muito tranquilo na dianteira, dispondo de mais de 14 segundos de margem face a Bottas na volta 47 (já depois de terminar o VSC).

Com os Mercedes confortáveis na frente, a grande questão na fase final da prova era saber se Vettel conseguia regressar ao pódio ultrapassando o então terceiro classificado Verstappen. No entanto, o alemão da Ferrari nunca conseguiu estar suficientemente perto do rival da Red Bull e teve que se contentar com o quarto lugar. Na frente, Hamilton caminhou tranquilamente para o final ganhando com mais de 20 segundos de vantagem face a Bottas. Ricciardo, que foi muito rápido no fim da corrida fazendo até a volta mais rápida, ficou em quinto.

Kevin Magnussen (Haas) levou o melhor Haas ao sexto posto na frente dos espanhóis Carlos Sainz (Renault) e Fernando Alonso (McLaren), sendo Sergio Pérez o nono no único Force India que chegou ao fim. Charles Leclerc voltou a pontuar para a Sauber no décimo lugar.

Resultados:

Vitória incontestada de Hamilton no GP de Espanha
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com