Valtteri Bottas ganhou um emocionante GP da Áustria de Fórmula 1, depois de resistir nas últimas voltas às fortes investidas de Sebastian Vettel. Daniel Ricciardo fechou o pódio na terceira posição, tendo também que aguentar os ataques de Lewis Hamilton na parte final.

No arranque, Bottas (Mercedes) reagiu bastante bem às luzes e ficou no comando que manteve até às paragens nas boxes, recuperando-o pouco antes de Kimi Räikkönen fazer a sua troca de pneus. O finlandês da Mercedes nunca teve uma distância muito grande para Vettel (Ferrari), que nas derradeiras voltas esteve sempre no encalço do rival. Apesar da intensa pressão, o germânico não teve argumentos suficientes para superar Bottas, que assim ganhou pela segunda vez na carreira.

Em terceiro ficou Daniel Ricciardo, no único Red Bull que terminou. O australiano ocupou o lugar mais baixo do pódio desde cedo, mas esteve muito perto de o perder na penúltima volta: Lewis Hamilton, no outro Mercedes, tentou tudo na parte final da corrida para alcançar o lugar mais baixo do pódio, mas a sua recuperação desde o oitavo posto na grelha acabou mesmo por terminar na quarta posição.

Kimi Räikkönen levou o segundo Ferrari ao quinto posto e Romain Grosjean em sexto fez um dos melhores resultados de sempre da Haas depois de ter rodado em quarto nas voltas inaugurais. Seguiram-se os Force India com Sergio Pérez a regressar aos pontos em sétimo à frente do colega Esteban Ocon, enquanto os Williams tiveram um bom ritmo em corrida para terminarem nas últimas posições pontuáveis (Felipe Massa em nono, Lance Stroll em décimo).

De referir que Max Verstappen (Red Bull) e Fernando Alonso (McLaren) ficaram fora de prova logo na primeira curva ao verem-se envolvidos num acidente desencadeado pelo piloto da Toro Rosso, Daniil Kvyat.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here