As últimas três voltas do GP da Grã-Bretanha foram muito problemáticas para a Ferrari, que viu primeiro Kimi Räikkönen e depois Sebastian Vettel a terem problemas de pneus que comprometeram bastante os seus resultados finais.

No caso do finlandês, um dos pneus começou a desintegrar-se na 49.ª volta, ao passo que Vettel teve um pneu totalmente sem ar uma volta depois. Como consequência, Räikkönen desceu de segundo para terceiro e Vettel quedou-se pelo sétimo posto.

 

Mario Isola, responsável da Pirelli, veio já confirmar, citado pelo site Motorsport.com, que se trataram de problemas similares: “É óbvio que estamos a investigar os pneus como habitualmente mas com mais profundidade tendo em conta o que aconteceu. Acreditamos que o tipo de falha dos dois pneus foi diferente, mas tem que ser provado. Portanto precisamos de investigar”.

Excluída desde já está a hipótese de se tratar de um problema na carcaça, pelo menos no caso de Räikkönen, como explicou Isola:

– O que podemos eliminar desde já é qualquer problema na carcaça no pneu do Kimi porque o pneu ainda estava com ar. Há uma parte d pneu que está danificada e iremos investigar todos os pneus de forma mais aprofundada. O Sebastian teve um problema diferente com perda de ar, portanto temos que perceber. Iremos fazer um relatório”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here