O GP da Grã-Bretanha teve um final dramático para os Ferrari, com Kimi Räikkönen a ser o primeiro a ser atingido por problemas de pneus. No caso do finlandês, a borracha de um dos pneus cedeu a três voltas do fim e não perdeu tanto tempo, conseguindo ainda ficar em terceiro graças aos problemas mais graves que afectaram Sebastian Vettel uma volta depois.

O campeão mundial de 2007 não escondeu a sua desilusão com este desfecho, comentando que a Ferrari merecia mais em Silverstone:

– A minha corrida não estava a ir demasiado mal até a algumas voltas do fim. De repente tive o problema, o meu pneu dianteiro esquerdo desfez-se sem aviso. O ar ficou no pneu, mas a parte da borracha saiu. É desapontante porque sem esse problema o segundo lugar estava assegurado e merecíamos um resultado melhor”.

Räikkönen destacou que estava confiante ao volante e espera que o mesmo aconteça nas próximas provas, mas lamentou o menor ritmo face aos rivais: “Hoje [ontem] faltou-nos um pouco de velocidade contra os nossos adversários. Fizemos o que podíamos mas é óbvio que há algum trabalho a fazer para recuperar face à Mercedes em circuitos como este. Este não é o tipo de pista melhor para nós”.

O nórdico está mais optimista para a próxima prova, a realizar no Hungaroring dentro de cerca de duas semanas: “Estou interessado em ver o que acontece na próxima corrida, acho que a pista da Hungria deve adequar-se melhor ao nosso monolugar”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here