Lewis Hamilton não deu hipóteses na sua última volta da qualificação e assegurou a pole position para o GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, ficando a uma de igualar o recorde de Michael Schumacher (68). O britânico, que ainda está sob investigação devido a uma manobra na Q3, vai arrancar na frente dos Ferrari de Kimi Räikkönen e Sebastian Vettel.

Os Mercedes entraram fortes na Q3, com Hamilton a assumir o comando na frente de Bottas, antes de Vettel se colocar entre os dois homens da formação germânica a menos de duas décimas do britânico, em segundo lugar. Räikkönen estava em quarto atrás de Bottas.

Nos derradeiros dois minutos começaram os ataques decisivos à pole position. Hamilton, que entretanto tinha ficado sob investigação por alegadamente bloquear Romain Grosjean (Haas) na curva 16, melhorou mais de seis décimas e assegurou a pole position com 1m26,600s. Räikkönen alcançou a segunda posição na frente do colega Vettel, enquanto Bottas fez o quarto tempo que o vai colocar na nona posição da grelha devido a uma penalização.

Max Verstappen (Red Bull), Nico Hülkenberg (Renault), os Force India de Sergio Pérez e Esteban Ocon, Stoffel Vandoorne (McLaren) e Grosjean (Haas) fecharam o top dez da qualificação.

Depois da qualificação começar com chuva, as condições começaram a melhorar no fim da Q1 e durante a Q2 a pista evoluiu favoravelmente de forma gradual, o que significa que na parte final houve uma melhoria generalizada dos tempos.

Os Ferrari de Vettel e Räikkönen lideraram a subsessão intermédia, sendo de destacar o apuramento de Stoffel Vandoorne e as eliminações de Fernando Alonso (McLaren), Felipe Massa (Williams) e dos Toro Rosso de Daniil Kvyat e Carlos Sainz. De referir que Alonso vai arrancar do último lugar apesar do 13.º tempo da qualificação, devido à penalização de 30 lugares.

Quando estava decorrida cerca de metade da Q1, Daniel Ricciardo ficou parado à saída de Luffield com problemas no turbo do seu Red Bull, causando uma bandeira vermelha para remover o monolugar. O australiano liderava a tabela de tempos nessa altura, mas acabou em 20.º e último lugar depois da melhoria de tempos na fase final da subsessão quando a chuva parou.

Alonso arriscou a montar pneus supermacios na sua última volta, cruzou a meta décimas antes da bandeira de xadrez para começar a volta lançada e foi o mais rápido da Q1. Foram eliminados Lance Stroll (Williams), Kevin Magnussen (Haas), os Sauber de Pascal Wehrlein e Marcus Ericsson, além de Ricciardo.

Resultados:

Pos. Piloto Equipa-Motor Tempo Dif.
1.º Lewis Hamilton Mercedes 1m26,600s
2.º Kimi Räikkönen Ferrari 1m27,147s + 0,547s
3.º Sebastian Vettel Ferrari 1m27,356s + 0,756s
4.º Valtteri Bottas Mercedes 1m27,376s + 0,776s
5.º Max Verstappen Red Bull-TAG Heuer 1m28,130s + 1,530s
6.º Nico Hülkenberg Renault 1m28,856s + 2,256s
7.º Sergio Pérez Force India-Mercedes 1m28,902s + 2,302s
8.º Esteban Ocon Force India-Mercedes 1m29,074s + 2,474s
9.º Stoffel Vandoorne McLaren-Honda 1m29,418s + 2,818s
10.º Romain Grosjean Haas-Ferrari 1m29,549s + 2,949s
Último tempo apurado para a Q3: 1m30,105s (S. Vandoorne) Dif. 1.º Q2
11.º Jolyon Palmer Renault 1m30,193s + 2,300s
12.º Daniil Kvyat Toro Rosso-Renault 1m30,355s + 2,462s
13.º Fernando Alonso McLaren-Honda 1m30,600s + 2,707s
14.º Carlos Sainz Toro Rosso-Renault 1m31,368s + 3,475s
15.º Felipe Massa Williams-Mercedes 1m31,482s + 3,771s
Último tempo apurado para a Q2: 1m42,042s (R. Grosjean) Dif. 1.º Q1
16.º Lance Stroll Williams-Mercedes 1m42,573s + 4,975s
17.º Kevin Magnussen Haas-Ferrari 1m42,577s + 4,979s
18.º Pascal Wehrlein Sauber-Ferrari 1m42,593s + 4,995s
19.º Marcus Ericsson Sauber-Ferrari 1m42,633s + 5,035s
20.º Daniel Ricciardo Red Bull-TAG Heuer 1m42,966s + 5,368s

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here