All for Joomla All for Webmasters
Formula 1

Chase Carey admite componentes padrão nos monolugares de F1

A nova direcção da Fórmula 1 admite padronizar alguns componentes dos monolugares de forma a permitir baixar os avultados custos de participação no campeonato. As grandes equipas têm orçamentos substancialmente mais elevados do que as restantes, o que cria disparidades competitivas que dificilmente podem ser ultrapassadas.

Um dos objectivos da Liberty Media para a F1 é diminuir estas disparidades de gastos, com Chase Carey a vir agora confirmar que introduzir componentes padrão é uma via possível. No entanto, citado pelo Motorsport.com, o director-executivo do campeonato assegurou que não se trata de padronizar os monolugares nem de os simplificar:

– Há muitos caminhos para lá chegar, seja com tectos orçamentais ou com outras maneiras como estabelecer peças comuns a todos os monolugares. Não pretendemos padronizar os monolugares, pensamos que é muito importante continuar a ter um desporto que ‘casa’ competição com tecnologias de ponta. Não se trata de simplificar os monolugares, mas acho que podemos padronizar alguns componentes”.

Certo é que a direcção da F1 quer arranjar formas de controlar os gastos avultados que algumas equipas fazem de forma a beneficiar a competição. Carey referiu: “Um dos desafios que temos é que há algumas equipas que gastam num nível muito diferente de outras e podes ver os resultados em pista. Portanto se conseguirmos colocar os custos mais nivelados – não iguais – isso pode melhorar a competição e faria a economia do negócio muito melhor”.

O responsável confirmou ainda que já começou a conversar com as equipas: “Começámos esse processo com as equipas, tivemos algumas reuniões preliminares. Há alguns componentes grandes, como o motor, que é provavelmente a parte mais complicada do monolugar como um todo”.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com