15 C
Lisbon
17 Fevereiro 2019
Circuitos

Formula E: Di Grassi faz a pole em Santiago do Chile

O brasileiro Lucas di Grassi foi o melhor na qualificação para o ePrix de Santiago do Chile. O piloto da Audi foi melhor que o suíço Sebastien Buemi, da Nissan, e o alemão Pascal Wehrlein, da Mahindra, na SuperPole, que juntou os seis melhores pilotos do pelotão. Stoffel Vandoorne foi quinto, no seu HWA, enquanto os lideres do campeonato não estiveram bem: Jean-Eric Vergne foi 13º, António Félix da Costa 18º, ambos na frente de Jerome D’Ambrosio, penúltimo na grelha, no segundo Mahindra.

Debaixo de um verão agradável na capital chilena, o asfalto estava escorregadio, apesar das passagens dos carros nas sessões anteriores. O Grupo 1 tinha concentrado todos os pilotos que estavam na liderança do campeonato: Robin Frijns, Jean-Éric Vergne, António Félix da Costa, André Lotterer e Jérôme D’Ambrosio. E isso viu-se logo quando o piloto belga fez uma volta péssima, depois de ter cometido um erro e quase batido na zona da chicane. Lotterer acabou por ser o melhor do grupo, mas o tempo que faz – 1.09,307 – era alcançável por parte do resto do pelotão.

No segundo grupo, as diferenças foram extremas. Logo na primeira volta, Lucas di Grassi tirou 643 centésimos e passou para a frente. O resto do grupo – Mitch Evans, Sébastien Buemi, Alexander Sims e Sam Bird – andou também melhor que o grupo anterior, e Buemi acabou por ser melhor, com 1.08,664, colocando-se na SuperPole, provavelmente com Di Grassi a acompanhá-lo.

No Grupo 3, com Nelson Piquet Jr, Maximilian Günther, José María López, Oliver Turvey, Oliver Rowland e Daniel Abt, os três primeiros não impressionaram: Rowland, Piquet e Turvey. Só Abt e Gunther fizeram melhor, aproximando-se do grupo da SuperPole. Melhor ainda foi no Grupo 4, quando Pascal Wehrlein e Stoffel Vandoorne fizeram tempos que lhes garantiram a passagem para a fase final. O alemão da Mahindra pulverizou até o tempo até então existente, ao fazer 1.08,463.

No final, os seis que avançaram para a SuperPole foram Wehrlein, Buemi, Di Grassi, Bird, Vandoorne e Abt.

Na fase final da qualificação, Pascal Wehrlein fez uma excelente volta e tudo indicava que ele poderia conseguir a primeira pole-position do ano. Mas o piloto da Audi conseguiu fazer um tempo melhor para ficar na pole-position, com 1.08,290. Sebastien Buemi foi segundo.

A corrida acontecerá esta tarde, nas ruas da capital chilena.

Related posts

Artem Markelov foi o primeiro vencedor da nova F2

Bernardo Matias

VÍDEO: João Barbosa e a sua carreira nos EUA

Bernardo Matias

Rosenqvist com triunfo dramático no ePrémio de Hong Kong; Félix da Costa 11.º

Bernardo Matias

Leave a Comment

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com