• Home
  • WEC
  • Alonso ‘e companhia’ ganharam 6 Horas de Silverstone; Lamy perto do pódio dos LMGTE Pro
Destaques WEC

Alonso ‘e companhia’ ganharam 6 Horas de Silverstone; Lamy perto do pódio dos LMGTE Pro

Fernando Alonso, Kazuki Nakajima e Sébastien Buemi dilataram a margem no comando do Mundial de Resistência (WEC), ao vencerem esta tarde as 6 Horas de Silverstone, terceira prova do calendário. Bateram os colegas José-María López, Mike Conway e Kamui Kobayashi, numa prova em que Pedro Lamy esteve perto do pódio dos LMGTE Am e António Félix da Costa abandonou num BMW dos LGMTE Pro.

Sem grande surpresa, a discussão da vitória foi entre os dois Toyota híbridos, que não sofreram problemas de maior ao longo da prova britânica. Os dois TS050 Hybrid estiveram muito nivelados e Buemi, ao volante do #8, acabou por ultrapassar Kobayashi, do #7 na derradeira hora a caminho de Vale. Depois, dilatou a sua margem antes das últimas paragens e veio a ganhar por 19,264s.

Depois da SMP Racing dominar a qualificação, foi a Rebellion a melhor dos LMP1 não híbridos, encerrando o pódio. O carro #3, que até esteve envolvido num incidente na primeira curva com o SMP #17, assegurou o terceiro posto com alguma tranquilidade na recta final.

Gustavo Menezes, Mathias Beche e Thomas Laurent superaram por cerca de 45 segundos o Rebellion de André Lotterer e Neel Jani – que não tiveram Bruno Senna consigo devido à lesão sofrida pelo brasileiro nos treinos. De referir que o BR1 #11 da SMP Racing (Jenson Button/Mikhail Aleshin/Vitaly Petrov) dominou a primeira fase da corrida nas contas dos não híbridos, mas ainda na primeira hora abandonou com problemas.

O Oreca #38 da Jackie Chan DC Racing ganhou em LMP2.
Créditos: Photo©JEP – www.jakobebrey.com

A Jackie Chan DC Racing teve a supremacia nos LMP2 conseguindo uma ‘dobradinha’ com os seus Oreca. A vitória acabou nas mãos de Gabriel Aubry, Ho-Pin Tung e Stéphane Richelmi, depois de Tung regressar da sua derradeira paragem nas boxes cerca de cinco segundos à frente de Jazeman Jaafar – isto a pouco mais de meia hora da bandeira de xadrez.

O malaio ainda conseguiu reduzir a distância, mas tem de se contentar com o segundo posto no carro que partilhou com Nabil Jeffry e Wairon Tan. André Negrão, Nicolas Lapierre e Pierre Thiriet fecharam o pódio da categoria no Signatech Alpine #36, mesmo tendo sido penalizados com uma paragem de 75 segundos por reabastecerem durante o safety car – que só interveio por uma vez.

Nos LMGTE Pro o triunfo sorriu à AF Corse, com Alessandro Pier Guidi e James Calado a cortarem a meta em primeiro no Ferrari #51. A dupla esteve bastante equilibrada com o Porsche #91, em que Gianmaria Bruni (colega de Richard Lietz) cortou a meta a 12 segundos do carro italiano. A Ford teve um árduo fim-de-semana que foi ‘salvo’ pelo pódio do #67 tripulado por Andy Priaulx e Harry Tincknell. Este consumou o terceiro posto final com uma ultrapassagem a Michael Christensen (Porsche #92) perto do fim.

O melhor Aston Martin foi o #97 de Marco Sørensen e Maxime Martin em quinto, ao passo que Martin Tomczyk e Nick Catsburg cortaram a meta em sexto no melhor dos BMW. Félix da Costa, em dupla com Augusto Farfus, chegou a estar perto do top cinco da classe, mas foi forçado a abandonar durante a quinta hora com problemas que deixaram o M8 GTE parado em pista.

Pedro Lamy e os seus colegas ficaram perto do pódio nos LMGTE Am.
Créditos: Photo©JEP – www.jakobebrey.com

A glória nos LMGTE Am coube à Dempsey-Proton. O Porsche #77 foi o vencedor por uma margem superior a 46 segundos, com Christian Ried, Julian Andlauer e Matt Campbell aos comandos. A TF Sport acabou com o segundo lugar da prova graças a Charlie Eastwood, Jonny Adam e Salih Yoluç, que tripularam o Porsche #90.

Terceiro lugar para o Porsche #56 da Team Project 1, com Jörg Bergmeister a assegurar a posição mais baixa do pódio para si e para os colegas Egidio Perfetti e Patrick Lindsey ultrapassando Lamy na derradeira volta. O luso e os seus colegas Aston Martin #98 Mathias Lauda e Paul Dalla Lana conseguiram recuperar depois de perderem algumas posições e rodaram constantemente entre os cinco primeiros mas, como descrito, acabaram por perder o pódio numa luta que durou até ao fim.

Resultados:

Resultados por classe:

Créditos da imagem de capa: Toyota Gazoo Racing

Related posts

WEC: Anunciados os comentadores para a temporada

Paulo Teixeira

Três carros por equipa em Le Mans seria “lógico” para a Toyota

Bernardo Matias

Percurso e horários do Rali da Turquia

Bernardo Matias

Leave a Comment

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Login

X

Register