16 C
Lisbon
18 Dezembro 2018
Circuitos

Agag acredita que Fórmula E podem chegar ao nível dos F1 actuais futuramente

A primeira geração de monolugares de Fórmula E, usada até ao fim da época de 2017-2018, esteve longe das prestações dos Fórmula 1, com a segunda geração a dever aproximar-se. Alejandro Agag, director-executivo do campeonato, acredita mesmo que no futuro a velocidade de ambos os tipos de monolugares vão acabar por ser equiparadas.

O responsável espanhol recordou à agência Reuters que os carros eléctricos estão a desenvolver-se no sentido de serem mais rápidos, acreditando que no futuro existirá tecnologias para baterias mais leves e compactas e que permitam ter um maior rendimento:

– Os carros eléctricos estão a ficar cada vez mais rápidos. Vejo-nos a ter baterias mais pequenas com a mesma quantidade de energia e carregamentos ultra-rápidos e portanto talvez uma ou duas paragens durante a corrida na terceira geração. Isso significará menos peso, ainda mais potência, portanto muito mais performance. E julgo que a quarta ou quinta geração pode estar ao mesmo nível dos monolugares de Fórmula 1 actuais”.

Créditos da imagem: Andreas Beil

Related posts

Formula E: Rosenqvist foi o poleman em Roma

Redacção

Montoya acredita que Alonso estará em bom plano na Indy500

Bernardo Matias

Chilton e Michelisz ganharam WTCC no Japão; Monteiro cai para quarto

Bernardo Matias

Leave a Comment

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

Privacy & Cookies Policy
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com