Durante o mês de Julho surgiram rumores sobre uma eventual passagem de Carlos Sainz para a Renault a partir do GP da Hungria de Fórmula 1 – algo que subiu de tom depois do piloto dizer que era improvável permanecer um quarto ano na Toro Rosso. No entanto foi rapidamente desmentido pela equipa francesa que garantiu ter confiança em Jolyon Palmer

Agora foi a vez dos responsáveis de Faenza virem negar que tenha existido a possibilidade da transferência imediata de Sainz para a Renault. O chefe de equipa Franz Tost, citado pelo Motorsport.com, sugeriu que estas especulações se devem ao aborrecimento que existe por vezes no paddock:

– Não sei de onde surgiu o rumor de ele ir pilotar para não sei que equipa em Budapeste. Isto é a Fórmula 1, vês as pessoas sentadas, é aborrecido para elas, e depois aparecem algumas histórias ou sonhos. Depois falam um com o outro e começa a crescer. O facto é que o Carlos está a pilotar para nós, tem contrato com a Red Bull e o futuro é uma decisão que a Red Bull irá tomar porque eles têm o contrato”.

Quanto aos comentários de Sainz sobre a permanência improvável na Toro Rosso por uma quarta época, Tost espera que o espanhol tenha aprendido com a situação que o deixou desconfortável: “Estou convicto que ele aprendeu e que ele sabe qual é a base para progredir na carreira. O mais importante é mostrar a melhor performance com o monolugar que se tem, o resto chegará por si e é assim estejas onde estiveres”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here