Para o conceituado fisioterapeuta de Fórmula 1 Daniel Schloseer, que trabalhou com Nico Rosberg, Robert Kubica está em condições de regressar à categoria. Nos últimos meses, o polaco trabalhou em vários monolugares, o que culminou com o teste do Renault R.S.17 no princípio de Agosto na Hungria.

Numa entrevista ao jornal germânico Sport Bild, Schloseer afirmou que ao ter suportado mais de 140 voltas no Hungaroring com condições de calor, então é possível Kubica aguentar toda uma corrida. “Na Hungria ele pilotou com temperaturas elevadas e, para alguns pilotos, o dia foi duro. Qualquer um que consiga suportar esse dia de testes pode aguentar um GP inteiro”.

Sobre que o braço direito lesionado do polaco, o fisioterapeuta acredita que os músculos estão fortes, embora não estejam num volume ideal:

– Os músculos do seu braço estão fortes, embora o volume não seja muito bom. O Nico Rosberg, por exemplo, tinha sempre os pulsos muito tensos, pelo que tinha que treinar muito os seus braços. Outros pilotos são mais suaves com o volante uma vez que o seu estilo é diferente. O Nick Heidfeld é um exemplo e o Kubica talvez também o seja. Nunca tiveram que treinar tanto como os outros”.

Quanto ao controlo do volante, Schloseer é da opinião que a mão esquerda pode compensar a direita: “Em vez de fazer força com a direita, pode usar mais a mão esquerda. Isso até pode ser mais eficiente dependendo da técnica do piloto”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here