Créditos: Rali Vinho da Madeira

Alexandre Camacho dominou a fase final do Rali Vinho da Madeira para assegurar o triunfo caseiro, sendo o primeiro madeirense a triunfar nesta prova desde 2004. Sucede a Vítor Sá, autor do triunfo nesse ano.

À entrada para as últimas três especiais, Camacho tinha uma curta margem de 4,7s para Giandomenico Basso. O madeirense do Peugeot não deu quaisquer hipóteses ao italiano do Hyundai, dilatando a vantagem para mais de 15 segundos e meio.

Basso, por seu turno, fez dois segundos lugares e um terceiro tempo nas três derradeiras classificativas. Teve que se contentar com o segundo lugar, depois de ter dominado a fase inicial do rali. João Silva, em Citroën, não teve grandes problemas para assegurar o lugar mais baixo do pódio no fim da tarde deste sábado, tendo-se limitado a gerir o seu ritmo.

Miguel Campos (Skoda) e Simone Tempestini (Citroën) fecharam o top cinco. O romeno chegou à sua classificação final ao ultrapassar Miguel Barbosa na derradeira classificativa. O piloto do Skoda foi o melhor dos regulares do Campeonato Nacional de Ralis (CNR), conseguindo bater Carlos Vieira por 54 segundos e meio.

Por seu turno, o piloto do Citroën ficou no segundo lugar nas contas do CNR (sétimo da geral) depois do abandono de João Barros. O vice-líder do campeonato ficou de fora na PE 17 devido a problemas mecânicos no seu Ford. Filipe Pires, Vasco Silva e José Camacho fecharam o top dez do Rali Vinho da Madeira 2017.

Top dez final:

Pos. Piloto Tempo/Dif.
1.º Alexandre Camacho 2h15m03,2s
2.º Giandomenico Basso + 15,6s
3.º João Silva 1m41,7s
4.º Miguel Campos 2m48,9s
5.º Simone Tempestini 3m50,7s
6.º Miguel Barbosa 3m58,7s
7.º Carlos Vieira 4m53,2s
8.º Filipe Pires 7m52,2s
9.º Vasco Silva 9m33,2s
10.º José Camacho 16m05,9s

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here